"Teu nome …"

 


Teu nome segue-me fiel, com a tua imagem…

 

OUÇO-O no murmúrio das brisas e das fontes,

no saltitar gracioso dos regatos,

no sibilar gemebundo do vento,

no marulhar das ondas mansas

e na voz pacífica do silêncio…

 

LEIO carinhosamente teu nome

no rosto das coisas belas:

- no  matiz infinito das flores,

no cintilar longínquo das estrelas,

no sorriso celeste das crianças,

no espaço azul do firmamento,

na lápide invisível da saudade,

no painel nostálgico do sol-poente…

 

ESCREVO incansavelmente teu nome

em toda a parte:

nos livros, cadernos e mesas de trabalho,

na casca tenra das árvores, na palma da mão,

na dureza das rochas, na areia da praia,

na tela do pensamento, na poeira do chão.

Mas escrevo-o, com ternura imensa,

na carne viva do meu coração…

 

 

 

Autor: Mário Salgueirinho

Editado por: nicoladavid

Não esqueça ligar o som.
Comments