Diversos dões reparte o Céu benino

 

Diversos dões reparte o Céu benino,

e quer que cada üa um só possua;

assi, ornou de casto peito a Lüa,

ornamento do assento cristalino.

 

De graça, a Mãe fermosa do Minino,

que nessa vista tem perdido a sua;

Palas, de discrição, que imite a tua;

do valor, Juno, só de império dino.

 

Mas junto agora o mesmo Céu derrama

em ti o mais que tinha, e foi o menos,

em respeito do Autor da natureza;

 

que, a seu pesar, te dão, fermosa Dama,

Diana, honestidade, e graça, Vénus,

Palas o aviso seu, Juno a nobreza.

 

Autor: Luis Vaz de Camões (1524-1580)

Editado por: nicoladavid

Comments