Conversação doméstica afeiçoa

 

Conversação doméstica afeiçoa,

ora em forma de boa e sã vontade,

ora de üa amorosa piedade,

sem olhar qualidade de pessoa.

 

Se despois, porventura, vos magoa

com desamor e pouca lealdade,

logo vos faz mentira da verdade

o brando Amor, que tudo em si perdoa.

 

Não são isto que falo conjecturas,

que o pensamento julga na aparência,

por fazer delicadas escrituras.

 

Metido tenho a mão na consciência,

e não falo senão verdades puras

que me ensinou a viva experiência.

 

Autor: Luis Vaz de Camões (1524-1580)

Editado por: nicoladavid

Comments