As Minhas Ansiedades

 

As minhas ansiedades caem
Por uma escada abaixo.
Os meus desejos balouçam-se
Em meio de um jardim vertical.

Na Múmia a posição é absolutamente exata.

Música longínqua,
Música excessivamente longínqua,
Para que a Vida passe
E colher esqueça aos gestos.

 

Autor: Fernando Pessoa (1888-1935)
Editado por: nicoladavid

Comments