A Poesia

 

O que é poesia, Helena? O céu invade,

E tudo une e desune e tudo enfeixa;

E tudo mete em sonorosa endeixa,

E tudo quanto foi, e inda ser há de.

 

É a voz de Deus, o som da tempestade:

Dá músicas ao mar, amor à queixa:

E ela em seu manto embrulha os sóis, e deixa

A ira enleá-la, e é cheia de bondade.

 

Embala o berço, e faz dançar a boda:

Mesmo ao trágico empresta os seus encantos:

Dá voz sublime à ventania douda.

 

É de existência dor, sorriso, prantos:

E a grande, a rica natureza toda

Luz, freme, goza, sofre, haure em seus cantos...

Autor: Luís Delfino (1834-1910)
Editado por: nicoladavid

Comments