Soneto de Circunstância


Os semideuses são boxeurs, ciclistas,
Futebolistas ou chauffers; e Deus,
Com semideuses tais, deserta uns céus
Que ninguém, já, lograva dar nas vistas. 

Para salvar o mundo, há um rol de listas
De provérbios arianos ou judeus;
Mas ninguém quer ser salvo! e os vãos troféus
Bolorecerem nas mãos propagandistas. 

Aristo, demo-cratas e mais cratas
Vão, de atómicas bombas na algibeira,
Contratar paz com artes diplomatas.

O amor dispensa as setas e a seteira.
E em tal progresso, os Santos da Reacção
Masturbam-se na imensa solidão... 

Autor: José Régio (1901-1969)
Editado por: nicoladavid


Comments