"Porque é que este sonho absurdo"


Porque é que este sonho absurdo
a que chamam realidade
não me obedece como os outros
que trago na cabeça?

Eis a grande raiva!
Misturem-na com rosas
e chamem-lhe vida.

Autor: José Gomes Ferreira (1900-1985)
Editado por: nicoladavid


Comments