"Por cima das palavras"


Desenho a curva da tua boca. Um sino.

Por cima das palavras já é dia.

A voz persegue o animal difícil

Que caminha o dia, a passo.

 

Esta parede de vidros enlouquece

Como uma selva. Uma paragem de autocarro.

Na tua mão a coragem é a arma necessária.

O amor são três lâmpadas. Os dedos principiam.

 

Autor: Joaquim Pessoa
Editado por: nicoladavid



Comments