"Estes pequenos pensamentos são pequenas orações"


Estes pequenos pensamentos são pequenas orações

de fidelidade ao teu corpo. Quem dera

que escutasses, destas horas, o cantar do sul,

as persianas do vento debaixo das estrelas,

os meus passos lá fora sobre a relva, junto

a uma imensa rosa de água azul.

Está tão quieto o ar. Tão sem ar o ar,

que o amor sufoca. A cama tem apenas

o aroma dos pinheiros por lençol. Sobre a pele dos mares,

a curva dos teus lábios, nenhuma brisa sopra.

No umbral da porta a manhã aguarda o teu sorriso,

esse jeito de acordar os pássaros do sol.

No pequeno jardim, entre as rápidas chamas da sardinheira

e o fresco ardor da madressilva,

as abelhas procuraram já o teu perfume.

 

 

Autor: Joaquim Pessoa
Editado por: nicoladavid



Comments