"Oração em forma de soneto à nossa senhora dos insones"

 
ó nossa senhora mãe dos insones
velai pelas minhas noites em claro
dai-me o sagrado som dos rolling stones
que nessas horas me serve de amparo

livrai-me das garras do psiquiatra
o diazepan me põe transtornado
minha cabeça vai até sumatra
eu por aqui permaneço acordado

de certas leituras poupai-me também
são bem piores que qualquer remédio
porque na verdade o sono até vem

mas de tão agitado não me faz bem
é sono ruim é sono de tédio
afastai-o de mim nesta hora – amém!


Autor: Júlio Saraiva
Editado por: nicoladavid

 

Comments