Ceda ó Jove na paz Marte na guerra

 

“Mandando El-Rei D. Pedro enterrar o coração do Marquez de Marialva ao pé do túmulo de El-Rei D. João IV”

Ceda ó Jove na paz, Marte na guerra,
Pedro o primeiro, a Pedro sem segundo,
Pois este humano, aquele furibundo
Corações tira, mortos desenterra:

Adonde expira Inês Pedro se encerra,
Um medo ao Reino, o outro amor ao mundo,
Pois faz a um morto, a outro moribundo,
Grave este o fogo, leve aquele a terra.

Três corações, dous Janos, & um Mavorte,
Entregue ao Letes um, outro à memória,
Um coroa o amor, outro a consorte.

Mas ai com tanto excesso, alta vitória,
De Pedro a Pedro, o que da gloria à morte,
Ele é morte de dous, vós de um sois glória.

Autor: Padre Jerónimo Baía (1620/30-1688)
Editado por: nicoladavid

Comments