Eu olhei para fora dos abismos profundos

 

Eu olhei para fora dos abismos profundos 
da terra e do céu, 
e eu vi o fim ou os olhos 
ou a mente.

Mas, infelizmente, eu tenho um coração no abismo 
que se inclinou por um momento, 
e minha alma e meus olhos estavam com problemas. 
Tão profundo e tão negro que era!


Autor: Gustavo Adolfo Bécquer (1836-1870)
Editado por: nicoladavid

Comments