"Enquanto houver uns olhos que reflectem"


 
Enquanto houver uns olhos que reflectem
outros olhos que os fitam,
enquanto a boca responda a suspirar
aos lábios que suspiram,
enquanto sentir-se possam ao beijar-se
duas almas confundidas,
enquanto exista uma mulher formosa,
haverá poesia!


Autor: Gustavo Adolfo Becquer (1830-1870)
Editado Por: nicoladavid
Não esqueça ligar o som.
Comments