Por onde entre penedos e aspereza

 

Por onde entre penedos e aspereza

Passa o Mondego claro e saudoso,

Rompendo os montes seus que a natureza

Fez por muro da terra poderoso;

Aonde estreitando as praias e a grandeza

Corre por entre as serras furioso,

Perto donde o rio Alva se derrama

E entregando-lhe as águas perde a fama;

[...]

Autor: Francisco Rodrigues Lobo (1579-1621)
Editado por: nicoladavid

Comments