Dúvida

 

Eu corro atrás da memória 
De certas coisas passadas 
Como de um conto de fadas, 
De uma velha, velha história... 

Tão longe do que hoje sou 
Que nem sei se quem recorda 
Foi aquele que as passou, 
Ou se apenas as sonhou 
E agora, súbito, acorda. 

Autor: Francisco Bugalho (1905-1949)
Editado por: nicoladavid

Comments