Gazel Do Amor Que Não Se Deixa Ver

 

Somente por ouvir
o sino da Vela
pus em ti uma coroa de verbena.


Granada era uma lua
afogada entre as heras.

Somente por ouvir
o sino da Vela
destrocei meu jardim de Cartagena.


Granada era uma corça
rosada pelos cataventos.

Somente por ouvir
o sino da Vela
me abrasava em teu corpo
sem saber de quem era.

Autor: Federico Garcia Lorca (1898-1936)
Editado por: nicoladavid

Comments