Green God

 

Trazia Consigo uma Graça

Das Fontes anoitece quando.

Era hum Corpo Como hum rio

Em sereno Desafio

Com a Margem quando desce.

Andava Como QUEM Passa

Sem ter ritmo de Parar.

Ervas nasciam dos Passos,

Cresciam troncos dos Braços

Quando não erguia OS ar.

Sorria dança QUEM Como.

E desfolhava AO Dançar

O Corpo Que LHE tremia

Num Ritmo Que elementos sabiá

Que OS deuses devem USAR.

E Seguia o Seu Caminho,

Porqué era hum deus Que passava.

Alheio uma Tudo o Que via,

Enleado nd melodia

De UMA flauta Que tocava.

 

Autor: Eugénio de Andrade (1923-2005)

Editado por: nicoladavid

Comments