Vícios de corpo e alma

 

Se descobrires em ti um ponto fraco, em vez de o dissimulares reduz-te às tuas próprias dimensões e corrige-te.
Ah!, se a alma tivesse de combater só o corpo ?! Porque ela também tem as suas inclinações viciosas e é necessário que uma das suas partes - a mais pequena, mas ao mesmo tempo a mais divina - combata a outra, sem cessar.
Todas as paixões do corpo são vis.
As da alma, que são vis, tornam-se verdadeiros cancros: a inveja, etc.
A cobardia é tão vil que deve ser comum a ambos.

Autor: Eugène Delacroix (1798-1863), in 'Diário'
Editado por: nicoladavid

Comments