Um Deus em Cólera


Era um deus em cólera. Vi-o
Batendo num homem
Ruidosamente.
Feias pancadas tiniam.
E o levou ao chão.
Muitos vieram vê-lo,
Correndo.
O homem na luta se esguelava,
Loucamente mordia os pés de deus.
A multidão apenas gritava:
«Ah, que malvado homem!»
E -
«Ah, que formidável deus!»

Autora: Emily Dickinson (1830-1886)
Editado por: nicoladavid

Comments