Há certas coisas de voar


Há certas coisas de voar –
Aves — abelhas — horas do dia –
Delas nenhuma elegia.

Há outras coisas de ficar –
Dor — colinas — eternidade –
Não me competem, em verdade.

E há outras que o repouso re-anima –
O arcaz dos céus posso eu expor?
Tão quieto jaz o enigma!

Autora: Emily Dickinson (1830-1886)
Editado por: nicoladavid


Comments