A Flecha e a Canção


Atirei uma flecha no horizonte
E ela caiu em terra, não soube onde;
Porque, de tão veloz que voou, a vista
Não poderia seguir a sua pista.

Atirei uma canção no horizonte
E ela caiu em terra, não soube onde;
Pois quem tem vista forte e penetrante
Capaz de acompanhar o som viandante?

Mais tarde e longe, num carvalho enfiada,
Eu vi, inteira, a flecha arremessada;
E a canção, do início ao fim, consigo
Achar depois, no peito de um amigo.

Autora: Emily Dickinson (1830-1886)
Editado por: nicoladavid


Comments