"Esperança"


Cheguei ao meu destino cedo demais!

Sinto-me como um intruso neste mundo

de que agora faço parte.

Querida, se soubesse a dor que sinto,

a saudade que corrói o peito,

a dor de meu arrependimento!

Agora entendo as coisas que me dizia...

Sempre me achei o Máximo

e, ao entrar neste mundo, compreendi

que você sempre esteve certa!

Se ao menos fizesse uma parte daquilo

que sempre me pediu, minha vida seria bem diferente!

Você é a luz que veio pra iluminar minha vida,

mas eu não vi, não quis ver...

Agora não há mais solução a não ser,

seguir o caminho que eu mesmo tracei.

Não sei como poderei pedir-lhe perdão

por ser tão mesquinho, tão infantil,

tão tolo...

Suas dores chegam até mim como

pontas de faca...

Atingem meu peito e choro com você,

sofro com você...

Ah minha querida! Agora não tem mais jeito!

Precisamos seguir nosso caminho.

Eu sem você, você sem mim...

Perdoe-me por te deixar assim deste jeito...

Os pais não deveriam enterrar seus filhos...

Quem deveria sofrer a perda era eu,

mas estou aqui, parado e precisando de ti!

Não chores mais, minha querida!

Tua saudade me atinge e eu sofro,

somente você poderá me ajuda r!

Volte a ser alegre como sempre foi,

esbanje alegria e, ao recordar de mim,

veja somente as coisas boas que vivemos.

Sei que são poucas,

mas preciso que você me dê forças.

Sempre fui fraco e agora estou mais ainda.

Somente você poderá me ajudar,

eu preciso mais de você agora.

Não morri, estou apenas do outro lado,

e sinto uma dor no peito,

pois este não é meu lugar.

Sou um invasor deste mundo.

Minha hora não deveria ser esta...

Se pudesse mudar as coisas,

desejaria voltar pro teu colo

e sentir-me novamente seguro e amparado.

Eu amo você!


Autor: Eduardo Baqueiro
Editado por: nicoladavid


Comments