Vens percorrendo o mundo há muito tempo


Vens percorrendo o mundo há muito tempo
descobrindo no tempo muito mundo
sempre sabendo que se houvera tempo
não seria preciso tanto mundo
Um dia a tua sombra já sem tempo
não mais há-de estender-se neste mundo
Somente por ludíbrio do teu tempo
a sombra projectaste sobre um mundo
onde contam as sombras.
http://www.centrostudilusofoni.unibari.eu/images/spazio.png Mas o tempo
do mundo que lateja sob o mundo
é um tempo sem tempo para o tempo
nem mundo para sombras deste mundo
E se algum tempo resta do teu tempo
nenhum mundo te fica do teu mundo

Autor: David Mourão Ferreira (1927-1996)
Editado por: nicoladavid


Comments