Fábula das Lebres e das Rãs

 

Diz que as lebres, como gente,

um dia, conselho houvera

por não viver tristemente;

e afogar-se de repente,

todas juntas resolveram.

Duas rãs, como só iam,

junto ao charco eram, pastando,

a donde as lebres corriam;

e de medo do que ouviam

vão-se no charco lançando.

Uma lebre mais ladina

que isto viu; tivesse quedo,

e gritou pela campina;

tem de mão gente mofina,

que inda há rãs, que vos têm medo.

Vedes que assim padeceis,

o que dizeis, e calais,

desses males tao cruéis?

Quantos homens cuidareis

Que vos trocaram seus aís.

Fez Deus o mundo pesado,

logo o repartiu, segundo

nossas forças, nosso estado;

cada qual vai carregado,

e mais, quem tem mais do mundo.

 

 

Autor: D. Francisco Manuel de Melo (1608-1666)
Editado por: nicoladavid

Comments