A parte que nos dirige

 

A parte que nos dirige e manda na tua alma seja indiferente ao movimento, doce ou violento, que a tua carne sente; não se imiscua nele mas se limite a si mesma e mantenha essas paixões nos lindes do corpo.

Quando se propagam à inteligência por efeito da simpatia que religa umas às outras as partes da pessoa, pois a pessoa é indivisa, então não devemos tentar opor-nos à sensação, fenómeno natural.
Mas quanto a saber se é um bem ou um mal, não se meta nisso a parte que nos dirige

Autor: César Marco Aurélio Antonino Augusto (121-180 dC)
Editado por: nicoladavid

Comments