Aguas... águas... coisa informe

 

 (VI Poema)

 

Aguas... águas... coisa informe
E espelho verde de margens:
Salgueiros, choupos e juncos,
E o canavial em fileira,
De baionetas ao vento.
O açude, com peixes dentro,
E o céu no fundo... outro mundo!
Mas lá no fundo, voava
Ao sol das águas a imagem
Duma ave leve e breve
Que atravessava a paisagem.

Autor: Campos de Figueiredo (1899-1965)
Editado por: nicoladavid

Comments