"Poema dedicado a seu Pai, Tomáz Ribeiro"


Vês tú, meu Pai o mundo em que brilhaste,

inda celebra a tua inspiração,

inda recorda os cantos que cantaste,

e rende culto à tua abnegação!

 

Foi tão profundo o amor com que exaltaste

esta Pátria da tua adoração,

que nunca mais vencido apagaste

de seus filhos no grato coração!

 

Abençoado foi o teu talento

e esforço honrado; o límpido portento

do exemplo que legaste às gerações

 

para os anos vão assim passando,

e sobre eles o teu nome vai pairando

numa glória tão cheia de afeições!

 

Autor: Branca de Gonta Colaço (1880-1945)
Editado por: nicoladavid




Comments