Mãe de chefes heróis de heróis soldados

 

Mãe de chefes heróis, de heróis soldados,
A Gália herdou de Roma o génio, a sorte;
Seus filhos no ígneo jogo de Mavorte
Viram márcios leões tremer, curvados.

Mas alta lei dos penetrais sagrados
Baixou, que o fatal ímpeto reporte;
Fervendo em raios no oceano, a Morte
Te obedece, oh Britânia, ao mando, aos fados.

No Continente, o Galo é deus da guerra;
O Anglo audaz sobre o pélago iracundo
Da vitória os pendões, troando, aferra.

Ah! Nutram sempre assim rancor profundo!
Um triunfe no mar, outro na terra;
Se as mãos se derem, que será do mundo!


Autor: Manuel Maria Barbosa du Bocage (1765-1805)
Editado por: nicoladavid

Comments