Sobre a seriedade na arte

 

A seriedade do homem que dá forma às jóias de prata
É igualmente bem-vinda à arte do teatro, e bem-vinda
É a seriedade das pessoas que trancadas
Discutem o texto de um panfleto. Mas a seriedade
Do médico inclinado sobre o doente já não é adequada
À arte teatral, e inteiramente imprópria é
A seriedade do padre, seja suave ou inquieta.

Autor: Bertolt Brecht (1898-1956)
Editado por: nicoladavid

Comments