Na Morte De Um Combatente Da Paz

 

"Á memória de Carl von Ossietzky"

 

Aquele que não cedeu
Foi abatido
O que foi abatido
Não cedeu.
A boca do que preveniu
Está cheia de terra.
A aventura sangrenta
Começa.
O túmulo do amigo da paz
É espezinhado por batalhões.
Então a luta foi em vão?
Quando é abatido o que não lutou só
O inimigo
Ainda não venceu.

Autor: Bertolt Brecht (1898-1956)
Editado por: nicoladavid

Comments