A Inscrição Invencível

 

No tempo da Guerra Mundial

Em uma cela da prisão italiana de San Carlo

Cheia de soldados aprisionados, de bêbados e ladrões

Um soldado socialista riscou na parede com um estilete:

VIVA LÊNIN!

Bem alto na cela meio escura, pouco visível, mas

Escrito com letras imensas.

Quando os guardas viram, enviaram um pintor com um balde de cal

Que com um pincel de cabo longo cobriu a inscrição ameaçadora

Mas, como ele apenas acompanhou os traços com a cal

Via-se agora em letras brancas, no alto da cela:

VIVA LÊNIN!

Somente um segundo pintor cobriu tudo com pincel largo

De modo que durante horas desapareceu, mas pela manhã

Quando a cal secou, destacou-se novamente a inscrição

VIVA LÊNIN!

Então enviaram os guardas um pedreiro com uma faca para eliminar a inscrição.

E ele raspou letra por letra, durante uma hora

E quanto terminou, lá estava no alto da cela, incolor

Mas gravada fundo na parede, a inscrição invencível:

VIVA LÊNIN!

Agora derrubem a parede! disse o soldado.

Autor: Bertolt Brecht (1898-1956)
Editado por: nicoladavid

Comments