Lamentações de Jô e Geremias

 

Enviai o vosso orvalho, Senhor,
A esta terra queimada e ressequida.
Minhas carnes se decompõem,
Não mais me sustentam os pés,
Nem mais se agitam as minhas mãos.
Enrijeceram os cabelos da cabeça
E se tornaram hirsutos,
Picando como agulhas.
Tapados têm os ouvidos
E de tão duros
Não ouço mais nada.
Minha vista está ardendo,
Não enxergo mais a luz.
Meu nariz está fechado
E minha língua grudada ao paladar
É incapaz de pronunciar uma palavra
Que clame por Vós.
Os dentes de tão serrados
Não deixam passar o ar
E sinto-me morrer.
Não consigo mexer
Os lábios ressequidos
Para pedir-vos socorro.
Fazei descer, Senhor, vosso orvalho
E a terra estéril voltará a viver!

Autora: Beata Mirian de Jesus Crucificado (1846-1878)
Editado por: nicoladavid

Comments