O Coração Ferido Pelo Infinito

 

“Não se pode dar uma grande prova de amor

Senão dando a vida por Aquele que se ama…”

Não percebes o grande silencio,

O hino de amor que se canta lá no alto?

Irmã, esqueçamos o exílio e o sofrimento,

E que nossos corações saúdem este dia tão belo!

Não vês o esplendor esterno,

A Trindade que se debruça sobre nós?

O Céu se entreabre: escuta… chamam-nos…

Recolhamo-nos, minha Irmã, eis o Esposo!

Não Vês a nuvem luminosa

Que até nós projeta sua claridade?

Ah, permaneçamos lá completamente silenciosas,

Fixando a Imutável beleza!

De nosso Cristo o olhar se clarifica

Ao imprimir a pureza de Deus.

Irmã, permaneçamos, para que Ele nos deifique,

A alma em sua alma e os olhos em seus olhos.

Ele vem, Ele próprio, diante das virgens

Para lhes dar o inefável beijo.

Ele passa aqui, Sua sombra nos protege.

Olhemo-l’O para nos virginizar.

Ele é tão belo, o Cristo, Esplendor do Pai,

Iluminado pela Divindade,

Ele é, Ele próprio, uma fogueira de luz

Envolvendo os seus em Sua Claridade

Amemos, minha irmã, e que tudo desapareça.

A alma amando se identifica a sue Deus.

Não esperemos que sua glória apareça

Para contemplar como os bem-aventurados!

Ele está em nós, nós temo-lo por sua graça,

E como no Céu já O adoramos!

Mas logo ao contemplar Sua Face,

Seu Nome divino brilhará sobre nossas frontes!

Quando, então, será o fim da espera?

Quando poderemos, enfim, nos imolar?

Esperando, sejamos totalmente adorantes,

Porque nosso Cordeiro quer nos purificar.

Não percebes a paixão suprema

De dar ao Cristo um pouco de seu amor?

Eu quero morrer, para Lhe dizer: “Eu te amo,

E como tu, eu me entrego neste dia!”

Santa Teresa no Céu deve-nos sorrir

Porque ela também quis fugir um dia.

Deus reservou-lhe outro martírio,

Ela morreu “Vítima do Amor!”

Oh! Como é belo o martírio das virgens

Aquele dos corações feridos pelo Infinito,

Tormento divino em que o amor é a espada!

Dardo inflamado, transpassa-nos também!

Autora: Beata Elisabeth da Trindade (1880-1906)
Editado por: nicoladavid

Comments