Minha Alma Tornou-se Sua Morada

 

Minha alma tornou-se sua morada

Sua propriedade, seu reino,

Desde então, de misterioso

Santo colóquio

Toda a minha vida lhe doei.

 

Autora: Beata Elisabeth da Trindade (1880-1906)
Editado por: nicoladavid

Comments