O Caroço

 

Eu comi, ontem no almoço
a azeitona de uma empada;
depois botei o caroço
sobre a toalha engomada.

Mas a mamãe logo nota
e me ensina com carinho:
- O caroço não se bota
sobre a toalha, meu benzinho.

O que ela me diz eu ouço
sempre, com muita atenção!
E perguntei-lhe: - O caroço
mamãe, onde boto, então?

- Toda pessoa de linha,
de educação, de recato,
o osso, o caroço, a espinha
põe num cantinho do prato.

E eu então lhe respondo:
- Mas mamãe, repare bem:
meu prato é todo redondo...
Cadê cantinho? Não tem!!!

Autor: Bastos Tigre (1882 - 1957)
Editado por: nicoladavid

Comments