A Nossa Senhora da Graça


Por que ficasse o mundo mais formoso,
Convosco, por quem foi restituído,

O mar da graça em vós foi recolhido,
Em vós, rio da graça caudaloso.

 

O mar, por modo oculto e milagroso,
De vós, que sais o rio, tem nascido,
Vós dele, ele de vós tem procedido,

Com que se rega o mundo e faz gracioso.

 

                                Sais fonte perenal que comunica, 
                                Graça que a alma faz formosa e bela, 
                                Rio que todo mundo cerca e abraça,

 

Cuja água, por que é graça, santifica,
Quando tal graça dais, dais Deus com ela,
E, sendo graça tal, dai-la de graça.

 

 

Autor: Baltazar Estaço (1570-16??)
Editado por nicoladavid

Não esqueça ligar o som.

Comments