A Menina Feia

 
A menina feia

Senta-se à janela,
Mas quem vai na rua
Nem repara nela.

À noite no quarto
Despe-se a menina
Para se deitar.
Tem os seios duros
E a barriga lisa.
Mal tira a camisa

Logo o quarto fica
Cheio de luar.

E a menina feia,
Mas de corpo lindo,
Sonha que está nua
Sentada à janela,
E no meio da rua,
Com os olhos luzindo,
Os homens se matam
Por um riso dela.

Autor: Armindo Rodrigues (1904-1993)
Editado por: nicoladavid

Comments