As Eras Patriarcais

 

Feliz do que viveu nas épocas preclaras

Em que a rude alma antiga era singela e sã

E Patriarcas hebreus de grandes barbas claras

Tinham a alegre paz de uma oriental manhã!

 

Eram tempos leais! - Desde o Horeb e Canaã,

O Senhor abençoava, as águas e as searas,

E as serranas gentis, as Rebecas, as Saras,

Iam, cantando alto, aos poços do Madiã...

 

Sim, eram tempos chãos, brancos, simples, lavados,

Em que Rute e Booz ceifavam nos seus prados,

E as princesas reais iam lavar nos rios!

 

O Pai dava, em seu lar, asilo aos caminhantes,

A Mãe criava ao peito os futuros gigantes,

E a Avó fiava a lã com seus dedos macios.


Autor:
Gomes Leal (1848-1921)
Editado por: nicoladavid

Comments