"O Que Somos"


O que somos e sabemos,
O encanto de estarmos vivos,
Tudo o que nós entendemos,
Desperta em nós os sentidos.

Devemos estar acordados,
O tempo passa na pele,
Com os ouvidos afinados,
Tudo desgasta com ele.

Se as palavras são forçadas,
Depressa ficamos sem vós,
Como o que fossem arrancadas,
Puxadas dentro de nós.

Demais pouco sabemos,
O que chega logo após,
Ao dia em que vivemos,
Depressa ficamos sem voz.

Autor: António Jesus Batalha
Editado por: nicoladavid


Comments