"Nas Provas"


Nas provas ou em cativeiro,
Sofrendo a miséria, sem dinheiro,
Senhor, guarda a minha fé em ti,
Senhor, concede-me a Tua coragem.

Porém se com honra for coroado,
Possa ser com humilde coração achado,
Para que ainda abundem as Tuas bênçãos,
Senhor, dá-me a Tua mansidão.

Como José eu possa perdoar,
Estando em Cristo escondido para amar,
Rendendo a minha vontade à Tua,
Senhor, concede-me a Tua bondade.

Autor: António Jesus Batalha
Editado por: nicoladavid


Comments