"Luz"


A luz que vem do teu Rosto,
Trouxe à minha vida amargurada,
Um novo raiar de sol-posto,
Como a luz da madrugada.

Sem Luz sou folha, e flor caída,
Embeleza minha vida agora,
Venha o raiar dessa aurora,
De manhã na minha vida.

Contemplando apenas as alturas,
No raiar da minha tristeza,
Muito tempo andei ás escuras.

Trouxe ao meu ser grande alegria,
Vejo no meu intimo tanta beleza.,
Agora a Luz que me alumia.

Autor: António Jesus Batalha
Editado por: nicoladavid



Comments