"Determinação"


Senhor!
Aquela determinação imperiosa,
Que não conhece, jamais uma derrota
Semeia na minha alma!
Abrir-se-á, qual plenitude eterna,
Auri fulgente rota,
Atapetada de rosas de bondade,
Se esta prece atenderes Benfeitor!
Riquezas não verei maiores,
E da alegria, no coro triunfal,
Cantarei, afinal,
E cumprirei com perfeição,
A missão gloriosa que me deste.

Autor: António Jesus Batalha
Editado por: nicoladavid





Comments