"Barco Perdido"

 

Barco à deriva no imenso mar,
Sem ter noção do caminho que vai,
Denso nevoeiro que sobre ele cai,
Barco à deriva sem nunca chegar.

Velas rasgadas o leme partido,
Sem alimento no seu porão,
Horas passadas em escuridão,
Barco à deriva sem único sentido.

Sem controlo, o barco à deriva,
Velas rasgadas com muita batida,
Entre desânimo e grande gemido.

A imaginação de caminho perto.
Sem orientação pensa que está certo,
Vela rasgada barco perdido.

 

Autor: António Batalha
Editado por: nicoladavid

Comments