"A Nuvem"

 

Levantei os olhos e vi,
Uma nuvem no horizonte,
Subi ao cimo do monte,
Clamei! vem regar meu jardim!

Jardim que seco está,
Pelo sol e pelo vento,
Que fustiga cada momento,
E sem água o que será?

Mas a nuvem não escutou,
O meu grito meu clamor,
Nuvem vazia, sem amor,
Que o vento forte levou.

Nunca clames a quem está,
Nas alturas todo opado,
Porque sais amachucado,
E em nada te ajudará.

Autor: António Jesus Batalha
Editado por: nicoladavid

 

Comments