"A Minha Mão"

 

A mão que te ofereço,
Para que venhas à verdade,
É tudo quanto te peço,
Que deixes essa vaidade.

É tudo quanto te peço,
O voltares de direcção,
A mão que te ofereço,
Pra deixares a ilusão.

Abre teu coração,
É tudo quanto te peço,
Segura com prontidão,
A mão que te ofereço.

Autor: António Jesus Batalha
Editado por: nicoladavid

 

Comments