"A Força que Tens"

 

A força que tens é como tempestade,
Que jamais alguém a pode parar,
Navio que percorre o imenso mar,
Semeando correntes de forte bondade.

Se n’Ele está, tua alma transformada,
E se ainda mais tu queres alcançar,
Em águas profundas, vais ter de nadar,
És videira, que tem de ser podada.

Descobre esta verdade, e em ti desperta,
Prepara tua armadura tens batalha certa,
A força e vitória, para ti sempre virá.

Anjos que sobem e descem à terra,
Trazendo vitória, que p’ra ti encerra,
A tua voz de clamor no céu se ouvirá.


Autor: António Jesus Batalha
Editado por: nicoladavid

 

Comments