Consciência Tranquila


Não o temor a Deus, mas a manutenção de nosso sentimento de honra e de obedecer à própria consciência. As pessoas seriam muito mais nobres e melhores se, no fim de cada dia, pudessem rever o próprio comportamento e pesar o que fizeram de bom e de mau.

Automaticamente tentariam melhorar a cada manhã e, depois de algum tempo, com certeza realizariam muita coisa.

Todo mundo pode seguir essa receita, não custa nada e é utilíssima.

Os que não sabem terão que descobrir por experiência própria que uma consciência tranquila dá forças às pessoas.

Autor: Anne Frank (1929-1945)
Editado por: nicoladavid


Comments