Sentimentos de ilha

 

A ilha é um coração vermelho bordado de azul
a ilha é mesmo assim
azul por dentro azul por fora
azul a parir outros azuis
orlada de mar azul e renda branca
espuma solar com luas e estrelas
a brincar aos espelhos
feitos de claridades nocturnas
pousadas na ondulação mansa de azuis adormecidos
a ilha tem destas coisas lindas

as coisas feias da ilha não são dela
nem dos azuis que nela nascem espontâneos
as coisas más da ilha são frutos de sementes
tresloucadas
trazidas por homens em delírio
apostados em semear desertos
desesperos
no azul natural da ilha

quem semeia desertos desesperos
areias tempestades no azul da ilha
colherá desertos pálidos desesperos
esgrouviadas formas de secura e solidão
um mar solidificado loucas dunas
cabeças petrificadas de ódio e de terror
nuvens de cinza e dor

a ilha requer
homens bons
pássaros e árvores em flor

a ilha é uma mulher
vestida de azul
pujante de dons
sedenta de amor


Autor: André Moa “José Guilherme Macedo Fernandes” (1939-2011)
Editado por: nicoladavid

Comments