"O Céu pelo Avesso"

Foi longo tempo nessa terra

Que se passou diante as trevas

Já não havia mais o dia

Só uma luz radioativa

Que incendiava nossas almas

Numa pulsante dor macabra

Ao se apagar, foi despertar

Os anjos caídos atirados ao abismo

E na sede do teu ódio

Levantaram-se os inimigos

É Guerra Santa...

E quem virá nos salvar

Se eu pudesse ver

O que há do outro lado

Se eu pudesse tocar

O que não conheço

Se eu pudesse voar

Pelo espaço

Se eu pudesse tocar

O céu pelo avesso...

E nasce como dor pulsante

A nossa sede pelo sangue

As sete velas se apagaram

Foi pelo sopro do pecado

Anjos de luz e anjos negros

Se enfrentavam no deserto

O nosso tempo terminara

Ao se quebrar a última espada

E renasceu um novo tempo

E passaram anos

E completaram milênios

Homens se julgam sábios

Deixaram o céu pelo avesso

É Guerra Santa...

E quem virá nos salvar

 

 

Autor:  Anderson J. F. (1948-1997).
Editado por: nicoloadavid

 

Comments