"Pela tua óptica"


O mar imenso dos teus sonhos
Não vai além dum riacho nos teus olhos.
Quando encaras a realidade
Minimizas a grandeza do Oceano.

E as rochas são pequenas pedras negras
Onde dormitam as gaivotas.

Porque teimas em não olhar de frente
A gigantesca força
De quanto te rodeia!

Autor: Aníbal José de Matos
Editado por: nicoladavid

 

Comments